sábado, 14 de novembro de 2009

Ivã no caminho de Santiago

Ah, o famoso caminho de Santiago...

Sabia que São Tiago é o mesmo que São Jacó??

Passando pelo caminho de Santiago:

São Jacó =
Santo Jacob >>
Saint Iago >>
Santiago >>
San Tiago >>
São Tiago

Por que não dizemos então "o caminho de São Jacó"?
Ora, porque Santiago caiu no gosto popular...

Que nem na Espanha os José são chamados de Pepe...
Sabe por que?

Nos antigos textos latinos da Igreja Católica aparece PP depois da citação de São José como pai de Jesus (JHS PP - Jesus Hominum Salvator Pater Putativus), por isso, em Espanha, todos aqueles que se chamam José recebem o apelido de Pepe - PP é abreviatura de 'pater putativus', suposto ou presumível pai de Jesus.

Jacob se escrevia com J, que já foi chamado de I-grande... tanto que quando minúsculo o j ainda leva o acento (ou o pingo do i) e tem uma perna mais longa que o i ( compare: i x j ).

Daí se ouvir Yesu, Yosef, Yohan, Yacob, mas se escrever com J.
Mas no som de Yacob, o B final era surdo... Com o Saint na frente, o T mudo no final passou a ter voz quando juntado com o I-grande, daí ficou SanTYáco... Que cá entre nós, Santiago é muito mais sonoro!

Um processo semelhante de distorção de nome ocorreu com IVÃ, que veio de JOÃO. (ahá: esta quase ninguém sabia!)

JOÃO >>
JOANO >>
JOAN >>
JUAN >>
JVAN >>
IVAN =
IVÃ

A letra romana para U se confunde com o V. Com as talhadeiras em pedras e madeiras, era mais fácil juntar dois traços retos inclinados do que desenhar um traço em curva.

Esta é também a mesma razão porque o 4 em algarismos romanos se escreve hoje IV em vez de IIII: é muito mais econômico para quem escreve talhar 3 traços ( I + \ + / ) do que 4 traços ( I + I + I + I ).

Portanto, se conhecer gêmeas chamadas Joana e Ivana, não tenha medo de errar o nome e quem é quem. (rsrs)

Um comentário:

Simples Assim... disse...

O fim do seu post vale muito à pena como gracejo. Mas, espero que ninguém entenda como conselho. Pode acabar com um sapato (ou dois, já que são gêmeas) na testa... rs...

Brincadeiras à parte, gostei muito do seu espaço. Entre as reflexões sérias e as inflexões infames, cá estou eu. Seria ótimo se pudéssemos sempre ter a oportunidade de optar entre conhecer um lado ou outro da pessoa primeiro. Ao menos, evitariam alguns desencontros precipitados. Mas aí já estou divagando.

Bjs.