quinta-feira, 22 de setembro de 2011

Divagar

Se a vida prossegue,
a gente a persegue.
Como?
A gente se sacode,
se chacoalha...
E como!
Alguém nos acode:
jogue a toalha!
Alguém quem,
meu bem?
Olha, isto não importa
se tiver toalha na porta,
a gente enxuga,
senão enruga.

(es)TÔ de volta! e
TÓ(ma) de volta.
De vol_TA ? ou
De_vol_VE ?
Então TA bem, não VÊ.

Se você ta lento, eu talento ?
Se você vai devagar, eu to de vagar...
Se você vai divulgar, eu vou de vulgar:
My name is Bond, VAGA_Bond!

Vou almoçar, que "alvelhar" ninguém merece!

7 comentários:

Ma Ferreira disse...

André..to lendo pq vc tem talento.

E vc conseguiu passar boas mensagens nessa sua postagem, cheia de talento!!

bj...

BlueShell disse...

brincando comas palavras, hein? gostei...
Bj e obrigada pela visita.

Elisa T. Campos disse...

Suas palavras parecem divagar em ritmo de dança.

Agora tô lento com o seu talento

André me exp(r)ique uma coisa:
O que é ALVELHAR?

bj

mfc disse...

Brincando a sério com as palavras de um modo sempre contagiante!

Por que você faz poema? disse...

A divagar
bricamos
de
poesia.

Mari disse...

Hummmm, quanta insPiração hein? rs
bjs

Verânia Aguiar disse...

vaga bond haha :D