sábado, 18 de outubro de 2008

Temor motor

Por seu deus TEMIDO,
ele à igreja TEM IDO.

4 comentários:

Vivian disse...

...vixiiiiiiiiii
desenha pra mim?

kkkkkkkkk

meus neurônios estão sem bateria.

bjs

tossan disse...

É desenha... Mas depois de sair da igreja ele chuta o cachorro da vizinha e xinga o entregador de pizza pelo atraso. Abraço

Vivian disse...

...André meu lindo,
entendi seu 'desenho' é já fiz esta mudança há alguns dias.
não aparece a janelinha menor
aí pra vc?

e quanto ao post "Temor"
penso que tudo que fazemos
por medo, perde o valor...

bjsssssss

Andre Martin disse...


tossan:
o 'desenho' que a Vivian pedia era de uma sugestão quer comentei no blog dela.
Mas quanto ao comportamento que você extrapolou, retrata muito bem a realidade de muitos, infelizmente. E mostra que esse 'temor' não é sincero nem vem do fundo da alma, mas sim é aprendido e representado socialmente (isto é, muito mais em respostas às pessoas dos que vivenciando seus próprios princípios).

Vivian: Penso que, como diz o título, o temor ou medo é uma mola motriz de muitas de nossas ações. Até mesmo quando a gente "trava" de medo ou receio, a imobilidade (omissão ou passividade) é uma "ação" decorrente do temor, e que inevitavelmente também tem suas conseqüências. Assim, não entendo que essas ações 'perdem seu valor'. Depende do que você define como 'valor', e em que contexto você esteja se referindo. 'Tudo' é sempre muito abrangente, e como a maioria das regras possuem exceções...