domingo, 23 de outubro de 2011

Série Não confunda... (46)

Das expressões "para inglês ouvir" (mais do que ver):

142)
Não confunda
"first of all" * com "festival" **

(* = antes de tudo, primeiramente, de antemão, primeiro de todos)
(** = festival, festa, carnaval, festejo)


143)
Não confunda
"version" * com "virgin" **

(* = versão)
(** = virgem)


144)
Não confunda
"wake up" * com "way cup" **

(* = acordar, acorde!)
(** = xícara do caminho? jeito/estilo de xícara?)


145)
Não confunda
"aerosols" * com "error souls" **

(* = aerosóis, sprays)
(** = almas de erro, erro tem alma? almas erradas? erros da alma?)


146)
Não confunda
"B-52" * com "bife com tutu" **

(* = 'be' fifty-two, banda musical, avião bombardeiro)
(** = comida mineira, carne bovina [beef] com cozido de feijão e farinha)


147)
Não confunda
"yogurt" * com "your guilt" **

(* = iogurte, bebida-alimento derivada do leite)
(** = sua culpa)


148)
Não confunda
"Orkut" * com "yogurt" **

(* = rede social, fenômeno muito mais popular no Brasil)
(** = iogurte, bebida-alimento derivada do leite)


149)
Não confunda
"Orkut" * com "Yakult" **

(* = rede social, fenômeno muito mais popular no Brasil)
(** = Yakult, bebida com lacto-bacilos vivos, recomendado para boa digestão)


11 comentários:

Daniela Carvalho disse...

Orkut com Yakult pode? Amei a série, que só ver o que vem por aí! Abraço enorme!

Daniela Carvalho

Marly Bastos disse...

E sem confundir vamos aprendendo inglês! \o/
Beijokas doces

Marly Bastos disse...

Ahhhhhhh e por falar em não confunda, quando eu fazia faculdade de letras, minha professora de espanhol me mandou ir ao quadro e disse:
"Habrá" e nao disse o resto da frase e eu escrevi: "Habla"
Mas como a frase pretendida era: "Habrá huelga hoy"(haverá greve hoje) ela sem paciencia me chamou de burrita e eu mais sem paciencia com aquela "vaca chilena" mandei o apagador na testa dela...
Bem... só nao fui expulsa pq entrei com recurso dizendo que ela havia me chamado de burra e que isso era também uma agressão, o que nao é permitido de forma alguma. Mas tive que passar pra outra professora, pois ela ficou com horror a minha doce pessoa. kkkkkkkkkkkkkkkkkkk Pobre Elga Perez! Creio que depois disso ela aprendeu a controlar a língua pois achava os brasileiros um bando de incultos e alienados. E os homens uns "frojos".

Andre Martin disse...


Daniela Carvalho:


Tanto pode, que já foi incorporado como último "lembrete"!
Obrigado pela contribuição.

Gostou da "Série Não confunda..."?
Certamente vem mais por aí,
vou colecionando e compartilhando...
Mas não precisa ficar esperando,
pode ver o que já veio por aqui!
Basta clicar no marcador serienaoconfunda
http://famainfame.blogspot.com/search/label/serienaoconfunda

Divirta-se!

Andre Martin disse...


Marly Bastos:


É, como já ensinava o professor e escritor Michael A. Jacobs, "como NÃO aprender inglês" (nome de seus livros) é afinal uma forma de se aprender como não errar em inglês!

Andre Martin disse...


Marly Bastos:


Ótimo relato, testemunho na primeira pessoa de história viva! Obrigado!
Isto enrique muito nossos blogs!

Ela se chamava Elga? hahahahaha
POR ISTO... ela ficou tão brava!
Acho que ela pensou que você fosse dizer:
"Elga, habla 'oi!'" (com as devidas inversões poéticas)
Onde já se viu, aluna querendo dar aula de boas maneira para uma professora que quer fazer greve!rs

Ok, desta sua historinha eu tiraria a seguinte lição:
"Nunca mande a Marly na frente da sala ao quadro, principalmente munida de um apagador! Não é só o cabelo dela que é vermelho, a cabeça também esquenta rápido!" LOL

Bom, ela aprendeu a controlar a língua... e você, aprendeu a controlar a mira, o braço, a força e a paciência explosiva?" rs

Virou até professora, né? Algum aluno já te apontou algum apagador? hehe

mfc disse...

Confusões bem apanhadas!
Aqui o sorriso é uma permanência.

Maria Inês disse...

Gostei de ver!! Aula de inglês! Adorei!! Way-Cup deve ser algo pra beber na viajem, mas realmente é a primeira vez que ouço esse termo, portanto também não sei! mas adorei a brincadeira!

Beijos e fica com Deus!

Andre Martin disse...


Maria Inês:


Hello!
Relou em quem?
hahahaha

Mais do que falar inglês (não falo tanto assim)
gosto de brincar com as palavras
e prestar atenção em sua sonoridade
e da mágica que resulta disto
gerando não só entendimentos,
mas também algumas confusões.

Na tentativa de "ouvir" inglês,
muitas vezes esbarro em coisas que nem fazem sentido.
Parecem, mas obviamente não são
(e isto em outros idiomas também!).

É o caso do tal "wake-up"
me soa como "way cup", que obviamente não existe
(até pode, mas temos que fazer um esforço...
coisa que um nativo da língua inglesa nem perderia tempo hahaha).

Gostei da sugestão prática:
na próxima viagem levarei minha própria "way cup". rsrs

Outro exemplo maluco é o caso do "nowhere"
Quem sabe inglês, naturalmente escuta e principalmente lê isto como "no where",
ou seja, "não onde" = em nenhum lugar, em lugar algum, no sabe-se-lá-onde
Mas aconteceu de, depois de ter feito 3 anos de Alemão,
decidi que precisava fazer um cursinho de Inglês,
para me tornar mais fluente e menos alienado.
E na provinha de verificação de nível, para saber em que estágio eu entraria,
eu simplesmente TRAVEI em várias questões por causa desta palavrinha,
que não fazia sentido algum nas frase...
Afinal, quer raio de palavra era aquela que eu não lembrava de ter ouvido antes??
O que eles queriam dizer por "aqui e agora"???? (= "now here")
Depois que eu vi minha atrocidade de estar "quebrando" a palavra no lugar errado,
(eu até paguei o mico de ter perguntado o que era "náurríar"),
eu ri muito, mas lamentei ter sido classificado para uma turma mais elementar...

Também ri quando olhei para a cara de reprovação e embasbacada da professora
durante meu "teste oral", em que me pediu para descrever a cena de uma casa do livro:
eu lembro de ter começado bem, mas interrompi ao ver a cara dela... "o que foi?"
E ela me perguntou: "você tem estudado muito alemão ultimamente, né?"
hahahaha, eu, sem perceber, "shiftei" do parco inglês escolar
para o mais "fresco" alemão que estava no meu inconsciente,
ao continuar descrevendo a cena...
foi constrangedor, ao me dar conta daquilo quando ela falou... rsrs
Enfim... Never mind!

Hugs!
(mas não precisa "chamar o hugo" kkkk)

Elisa T. Campos disse...

André

Quanta confusão você me arruma.É muito para a minha cabeça burrita.
Relou, way cup. Daqui a pouco vou pedir orkut ao invés de yogurt.

hugs.....

Hugo de Macedo disse...

Que riso, está genial!