sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Série Não confunda... (30)

Do chæque-mate indígena:


O Chá Mate é uma bebida originária dos índios Guarani, na região que se estendia desde a mata atlântica até predominantemente os pampas (brasileiro e uruguaio).

O Guaraná é uma frutinha amazônica, avermelhada mas com uma semente branca e com um círculo preto saltando da poupa, que lembra um olho humano. Desta semente se faz o pó de guaraná.

Ambos são ditos e conhecidos por suas propriedades revigorantes (não o refrigerante de guaraná, que normalmente é feito de casca de maçã e contém apenas essência de guaraná para levar seu nome e fama; nem os chás enlatados prontos para beber, que são refrescos aromatizados e adoçados com aspartame ou assimelhados dietéticos).

Uma empresa, a Tribal Brasil, teve a idéia de comercializar em saquinhos o Chá Mate com Guaraná.

Na embalagem podemos ver imagem de um indígena diante de folhas da erva mate verde (o chá é feito com as folhas torradas) e com uma arara vermelha nos ombros; uma chamada bem típica ao exótico tropical. Eu considero uma boa apresentação.

A caixa, verde cor de selva, ainda traz um navio veleiro, símbolo da empresa Tribal Brasil, ao que tudo indica. Isto já é uma ironia, pois embora os portugueses conquistaram o Brasil vindos de caravelas, esta imagem nada tem de tribal. Mas, tudo bem, remete aos tempos remotos.

O que é MUITO curioso, é o "cartão de visitas" que vem dentro da caixa de chá, fazendo propaganda de outros sabores de chás. Até aí, também é válida a intenção. O que NÃO combina é o elefante montado por um indiano, decorando o cartão! Não há elefantes nativos ou tribais na América do Sul, e se no Brasil tem alguns, estes estão em zoológicos. (rsrs)

E o cartãozinho ainda fala de tradição... Onde?

( clique na imagem para ver detalhes da caixa aberta e cartão )


70)
Não confunda
"índio" com "indiano"

71)
Não confunda
"indiano" com "hindu"

72)
Não confunda
"com tradição" com "contradição"!


Nenhum comentário: